Cinema e TV: Tim Burton em pequenas doses

tim burton

Aos treze anos Tim Burton realizou seu primeiro filme. Filmado com uma Super 8, Tim Burton escreveu e dirigiu o curta-metragem The Island of Doctor Argo com seus amigos de escola e ele mesmo interpretou o personagem protagonista. Anos mais tarde, seus filmes já levaram milhões aos cinemas e criaram uma legião de adoradores.

Hoje, no encerramento dessa semana dedicada ao artista, vamos falar um pouco dos seus trabalhos menores… em duração! Tim Burton também levou seu mundo sombrio e encantador a diversos curta-metragens, comercias e videoclipes e vamos mostrar alguns desses “pequenos” trabalhos para vocês.

Vincent é um curta em stop-motion de 1982 sobre um garoto que almejava ser como Vincent Price (conhecido ator de filmes de terror que, inclusive, narra o filme) e se imaginava em um mundo de contos de terror com muitas referências a Edgar Allan Poe. Muito amado amado pelos fãs de Burton, esse curta já mostrava diversos elementos que se tornariam marcas registradas do cineasta.

Frankenweenie recebeu uma refilmagem em stop-motion em 2012. O curta original, de 1984, conta a mesma história do recente longa sobre o garoto Victor Frankenstein que trás seu cachorro de volta à vida. A diferença principal é que o curta-metragem é em live-action! É divertido ver que muitas cenas desse curta foram recriadas na animação. Vale a pena assistir, principalmente pela fofura do cachorrinho Sparky.

Para os mais aficionados, aqui vai uma relíquia: o curta-metragem Hansel em Gretel de 1982, recontando o clássico conto de fadas de João e Maria.  Antes de cair na web, o curta só tinha sido exibido em raras ocasiões.  Muito colorido, repleto de efeitos práticos e stop-motion e com um elenco inteiramente composto por asiáticos , porque na época Tim Burton estava obcecado com a cultura oriental, o filme pode parecer um tanto tosco e bizarro (e é mesmo), mas contém uma estética forte, marcante e cuidadosa que não deixa negar que, é sim, um típico trabalho de Burton.

Tim Burton dirigiu alguns poucos comerciais para TV. Um dos destaques são os comercias para a marca de relógios Timex. Mas recentemente Tim Burton fez uma participação divertida no comercial da Samsung onde ele e uma equipe discutem sobre a produção do filme “Unicorn Apocalypse”.

 

Já dentro do mundo dos videoclipes o artista se aventurou pouco, tendo dirigido apenas dois, ambos para a banda The Killers.  Em Bones ele leva bem a sério a letra da música que diz “você não quer sentir meus ossos?” em um clipe sinistro e muito divertido. Já o lindíssimo Here With Me é, sem dúvidas, o melhor trabalho do diretor dessa década e é uma reverência aos seus próprios filmes (tem até Winona Ryder, gente!).

 

About the author

Camila Camila | Formada em Artes Cênicas, deixou o teatro de lado para tocar uma banda de rock porque achou que isso a tornaria mais legal. Cinéfila e seriófila de carteirinha, assiste tudo que é tipo filme ou série.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *